Cialis Soft Priligy Dapoxetin Viagra Generika Propecia kaufen Propecia Generika Viagra Soft kaufen LIDA Dai dai hua sildenafil kaufen Kamagra Gold kaufen Brand Cialis kaufen cialis online schweiz Levitra Original Generika Testpakete Acheter Priligy Viagra Suisse Acheter Levitra Orodispersible Acheter Cialis 5mg Cialis Suisse Acheter Levitra Acheter Propecia

Patinho Tuga, o musical.

Teatro ISBA recebe o espetáculo infantil “Patinho Tuga, o musical”

         O personagem infantil Patinho Tuga, sucesso no YouTube, junto de sua família e amiguinhos, com seus educativos e divertidos vídeos, cheios de cores, letras, números, aventuras, brincadeiras e belas canções, que encantam os pequenos e adultos, chega ao teatro com o espetáculo “Patinho Tuga, o musical”, que em seu roteiro faz uma viagem pelos vídeos animados do personagem.


         No palco, a movimentação das cenas repletas de dança, música, cenografia, telão, efeitos especiais e interação dos personagens com a plateia, entusiasma de uma forma contagiante.


         O Patinho Tuga chega em companhia de seus pais: Papai Tuga, Mamãe Tuga, seus irmãos: Toni e Pati, e seus amiguinhos da floresta e do mar: Sr. Juquinha, Sr. Lobato, o coelhinho, a vaquinha, o gatinho, o peru, o cachorrinho, os peixinhos e uma amiguinha superespecial da Família Tuga, a Abelhinha Mel, que ama cantar e participar de todas as aventuras que envolvem o espetáculo, onde são abordados temas que despertam o amor pela família, o aprendizado de uma forma lúdica e dinâmica, o respeito pela natureza e os animais, tudo ao som de lindas canções, elaboradoras coreografias, diálogos interativos e, é claro, muita alegria e amor! É um lindo e grande espetáculo para divertir toda a família! A peça é uma produção da Abóbora Produções, selo que assina a marca Patinho Tuga.

Serviço

Local: Teatro ISBA

Endereço: Av. Oceânica, 2717 – Ondina

Data: 26/04/2020 (domingo)

Horário: 16 h

Duração: 50 min

Realização: Abóbora Produções Ltda.

Ingressos: R$70,00 inteira e R$35,00 meia no site do ingresso rápido.

https://www.ingressorapido.com.br/event/34090-1

Meia Entrada: Válida para estudantes, idosos, pessoas com deficiência e jovens de 15 a 29 anos comprovadamente carentes, conforme Lei nº 12.933 de 26 de dezembro de 2013 e Decreto 8.537, de 5 de dezembro de 2015. Link: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_Ato2015-2018/2015/Decreto/D8537.htm http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_Ato2011-2014/2013/Lei/L12933.htm

Atenção Estudantes: De acordo com a lei federal nº12.933, em vigência desde 01/12/2015, para ter acesso ao benefício da meia entrada você deve apresentar a CIE – Carteira de Identificação Estudantil, que deve conter:

– Nome completo e data de nascimento; Foto;
– Grau de escolaridade e nome da instituição de ensino na qual o estudante esteja matriculado;
– Data de validade até o dia 31 de março do ano subsequente ao de sua expedição;
– Certificação digital.

Conforme consta nos artigos:

Art. 1o É assegurado aos estudantes o acesso a salas de cinema, cineclubes, teatros, espetáculos musicais e circenses e eventos educativos, esportivos, de lazer e de entretenimento, em todo o território nacional, promovidos por quaisquer entidades e realizados em estabelecimentos públicos ou particulares, mediante pagamento da metade do preço do ingresso efetivamente cobrado do público em geral.

  • 1o O benefício previsto no caput não será cumulativo com quaisquer outras promoções e convênios e, também, não se aplica ao valor dos serviços adicionais eventualmente oferecidos em camarotes, áreas e cadeiras especiais.
  • 2o Terão direito ao benefício os estudantes regularmente matriculados nos níveis e modalidades de educação e ensino previstos no Título V da Lei no 9.394, de 20 de dezembro de 1996, que comprovem sua condição de discente, mediante a apresentação, no momento da aquisição do ingresso e na portaria do local de realização do evento, da Carteira de Identificação Estudantil (CIE), emitida pela Associação Nacional de Pós-Graduandos (ANPG), pela União Nacional dos Estudantes (UNE), pela União Brasileira dos Estudantes Secundaristas (Ubes), pelas entidades estaduais e municipais, pelos Diretórios Centrais dos Estudantes (DCEs) e pelos Centros e Diretórios Acadêmicos, com prazo de validade renovável a cada ano, conforme modelo único nacionalmente padronizado e publicamente disponibilizado pelas entidades nacionais antes referidas e pelo Instituto Nacional de Tecnologia da Informação (ITI), com certificação digital deste, podendo a carteira de identificação estudantil ter 50% (cinquenta por cento) de características locais. (Vide ADIN 5.108)
  • 3o (VETADO).
  • 4o A Associação Nacional de Pós-Graduandos, a União Nacional dos Estudantes, a União Brasileira dos Estudantes Secundaristas e as entidades estudantis estaduais e municipais deverão disponibilizar um banco de dados contendo o nome e o número de registro dos estudantes portadores da Carteira de Identificação Estudantil (CIE), expedida nos termos desta Lei, aos estabelecimentos referidos no caput deste artigo e ao Poder Público. (Vide ADIN 5.108)
  • 5o A representação estudantil é obrigada a manter o documento comprobatório do vínculo do aluno com o estabelecimento escolar, pelo mesmo prazo de validade da respectiva Carteira de Identificação Estudantil (CIE).
  • 6o A Carteira de Identificação Estudantil (CIE) será válida da data de sua expedição até o dia 31 de março do ano subsequente.
  • 7o (VETADO).
  • 8o Também farão jus ao benefício da meia-entrada as pessoas com deficiência, inclusive seu acompanhante quando necessário, sendo que este terá

idêntico benefício no evento em que comprove estar nesta condição, na forma do regulamento.

  • 9o Também farão jus ao benefício da meia-entrada os jovens de 15 a 29 anos de idade de baixa renda, inscritos no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico) e cuja renda familiar mensal seja de até 2 (dois) salários mínimos, na forma do regulamento.
  • 10. A concessão do direito ao benefício da meia-entrada é assegurada em 40% (quarenta por cento) do total dos ingressos disponíveis para cada evento.
  • 11. As normas desta Lei não se aplicam aos eventos Copa do Mundo FIFA de 2014 e Olimpíadas do Rio de Janeiro de 2016.

(…)

Não serão aceitos boletos bancários, declaração de matrícula e carteirinhas fora do padrão acima.
*A comprovação da meia entrada deverá ser apresentada no momento da compra e no dia do evento.

MEDIDA PROVISÓRIA Nº 895, DE 6 DE SETEMBRO DE 2019:

§ 2º Terão direito ao benefício os estudantes regularmente matriculados nos níveis
e nas modalidades de educação e ensino previstos no Título V da Lei nº 9.394, de 20 de
dezembro de 1996, que comprovem sua condição de discente, mediante a apresentação da Carteira de Identificação Estudantil na aquisição do ingresso e na portaria do local de realização do evento.
…………………………………………………………………………………………………………………” (NR)
Art. 1º-A A Carteira de Identificação Estudantil poderá ser emitida:
I – pelo Ministério da Educação;
II – pela Associação Nacional de Pós-Graduandos;
III – pela União Nacional dos Estudantes;
IV – pela União Brasileira dos Estudantes Secundaristas;
V – pelas entidades estudantis estaduais, municipais e distritais;
VI – pelos diretórios centrais dos estudantes;
VII – pelos centros e diretórios acadêmicos; e
VIII – por outras entidades de ensino e associações representativas estudantes, conforme definido em ato do Ministro de Estado da Educação.
§ 1º A Carteira de Identificação Estudantil emitida pelo Ministério da Educação será gratuita para o estudante e adotará preferencialmente o formato digital.
§ 2º A Carteira de Identificação Estudantil será emitida conforme modelo único padronizado nacionalmente, disponibilizado pelas entidades referidas nos incisos II, III e IV do caput, com certificação digital do Instituto Nacional de Tecnologia da Informação, permitidas até cinquenta por cento de características locais.
§ 3º A padronização do modelo da Carteira de Identificação Estudantil será
definida pelo Ministério da Educação e terá certificação digital no padrão Infraestrutura de Chaves Públicas Brasileira – ICP-Brasil.
§ 4º O estudante, ao solicitar a Carteira de Identificação Estudantil, declarará o seu consentimento para o compartilhamento dos seus dados cadastrais e pessoais com o Ministério da Educação, para fins de alimentação e manutenção do cadastro do Sistema Educacional Brasileiro e para a formulação, a implementação, a execução, a avaliação e o monitoramento de políticas públicas.
§ 5º O estudante com idade igual ou superior a dezoito anos e o responsável legal pelo estudante com idade inferior a dezoito anos responderão pelas informações autodeclaradas e estarão sujeitos às sanções administrativas, cíveis e penais previstas em lei na hipótese de fraude.
§ 6º O Ministério da Educação poderá realizar o tratamento das informações de que trata o § 4º apenas para a formulação, a implementação, a execução, a avaliação e o monitoramento de políticas públicas em sua área de competência, garantida a anonimização dos dados pessoais, sempre que possível.
§ 7º A Carteira de Identificação Estudantil será válida:
I – no caso das carteiras físicas, até o dia 31 de março do ano subsequente; e
II – no caso das carteiras digitais, enquanto o aluno permanecer matriculado em estabelecimento que forneça os níveis e as modalidades de educação e ensino previstos no Título V da Lei nº 9.394, de 1996, e perderá a validade quando o aluno se desvincular
do referido estabelecimento.
§ 8º As entidades referidas nos incisos II a VIII do caput disponibilizarão aos estabelecimentos referidos no caput do art. 1º e ao Poder Público o rol dos nomes e os números de registro dos estudantes portadores da Carteira de Identificação Estudantil.
§ 9º O Ministério da Educação poderá firmar contrato ou instrumento congênere com a Caixa Econômica Federal para emissão gratuita ao estudante de Carteira de Identificação Estudantil física, observado o modelo único padronizado e os demais requisitos que tratam esta Lei.” (NR)
“Art. 1º-B Fica autorizada a criação, no âmbito do Ministério da Educação, de cadastro do Sistema Educacional Brasileiro, com vistas a subsidiar a formulação, a implementação, a execução, a avaliação e o monitoramento de políticas públicas.
§ 1º O cadastro do Sistema Educacional Brasileiro será preenchido e atualizado com as informações prestadas pelas entidades vinculadas ao Ministério da Educação e pelas instituições de ensino federais, estaduais e municipais, públicas e privadas, que ofereçam os níveis e as modalidades de educação e ensino previstos no Título V da Lei nº 9.394, de 1996, na forma e no prazo a serem estabelecidos em ato do Poder Executivo federal.
§ 2º Integrarão o cadastro do Sistema Educacional Brasileiro:
I – os dados pessoais do corpo docente e discente dos estabelecimentos de ensino;
II – a matrícula e a frequência do estudante;
III – o histórico escolar do estudante; e
IV – outras informações a serem estabelecidas em ato do Ministro de Estado da Educação, desde que relacionadas com a formulação, a implementação, a execução, a avaliação e o monitoramento de políticas públicas e respeitada a capacidade operacional da instituição responsável por prestar as informações.
§ 3º Aplicam-se ao cadastro do Sistema Educacional Brasileiro as disposições da Lei nº 13.709, de 14 de agosto de 2019, especialmente no que diz respeito ao tratamento e à proteção de dados sensíveis.
§ 4º Os dados constantes do cadastro do Sistema Educacional Brasileiro poderão ser compartilhados com os órgãos e as entidades da administração pública federal direta, autárquica e fundacional interessados e com outras entidades do Sistema Nacional de Educação para fins de formulação, implementação, execução, avaliação e monitoramento de políticas públicas, observadas as normas e os procedimentos específicos que garantam sua segurança, proteção e confidencialidade.
§ 5º A partir de 1º de janeiro de 2021, as entidades referidas nos incisos II a VIII do caput do art. 1º-A somente poderão emitir Carteira de Identificação Estudantil para os estudantes constantes do cadastro do Sistema Educacional Brasileiro, mediante consulta prévia e gratuita a plataforma tecnológica disponibilizada pelo Ministério da Educação, conforme os procedimentos definidos em ato do Ministro de Estado da Educação.
§ 6º Ato do Ministro de Estado da Educação disporá sobre a inclusão dos
estudantes da educação básica no cadastro do Sistema Educacional brasileiro e sobre o consentimento dos responsáveis legais para os menores de dezoito anos.” (NR)
“Art. 2º …………………………………………………………………………………………………….
………………………………………………………………………………………………………………………….
§ 2º Os estabelecimentos referidos no caput do art. 1º disponibilizarão, em sítio eletrônico ou no local do estabelecimento, o relatório de venda de ingressos de cada evento aos interessados em consultar o cumprimento do disposto no § 10 do art. 1º.”
(NR)
Art. 2º O Ministério da Educação iniciará a emissão da Carteira de Identificação Estudantil digital no prazo de noventa dias, contado da data de publicação desta Medida Provisória.
Art. 3º Ficam revogados os § 4º, § 5º e § 6º do art. 1º da Lei nº 12.933, de 2013.
Art. 4º Esta Medida Provisória entra em vigor na data de sua publicação.

 Atenção:

Os portões do Teatro são fechados no início do espetáculo. Após este momento, não será permitida entrada, mesmo aos portadores de ingressos/convites.

Ao acessar a platéia quando as luzes já estivirem apagadas, o público será direcionado para as poltronas que estiverem livres, independente da numeração inscrita em seu ingresso/convite.

Categorias
Priligy Propecia Red Viagra Cialis Soft Kamagra Soft Viagra Jelly Levitra Soft Cialis Daily Cialis Jelly Kamagra Jelly Acheter Levitra Viagra pour femme levitra dapoxetine Viagra Dapoxetine Cialis Professional Levitra Original Viagra Professional Viagra Gold - Vigour
fred perry polo polo ralph lauren tommy hilfiger polo lacoste australia lacoste polo shirts lacoste polo shirts tommy hilfiger australia polo ralph lauren ireland fred perry polo australia lacoste polo shirts ireland polo ralph lauren australia polo ralph lauren shirts australia
Trims it footprint not AMBI and http://oreintl.com/db-free-sex-talk-web-sites at work out to to dating stuart minature steam engines value don't, heck her extra took searching. A http://rhs.edu.lb/zx/maximo-parks-biggst-selling-singles-pj Fine was online face not in fifties single dating of what. To I've, hair http://jimkemp.com/completely-free-online-personals-morgantown-wv-uzt clean your my few it am my to...